Páginas

domingo, 17 de junho de 2012

Humanidade: O câncer de um planeta azul!


Não há como falar sobre humanidade, sem tocar nos males que o ser humano faz com tudo que toca. Temos uma capacidade enorme de destruir tudo que é belo, perfeito, único. 
Não precisamos focar em sobrevivência, não mais... Pelo contrário, acho que o planeta já esta cheio de humanos, esta mais do que na hora de parar para muitos descerem. Uma superpopulação gera um enorme gasto de matérias primas e de alimentos. Somos piores que cupins comendo a madeira, comemos e destruímos tudo que vemos pela frente. Não paramos para pensar nas consequências dos nossos atos. Quando percebermos, será tarde demais para fazer alguma coisa.

Foi assim que várias espécies animais e vegetais deixaram de existir. E quanto mais o tempo passa, mais espécies correm riscos de extinção. Não é uma ação natural, é uma ação involuntária, criada por homens.
Precisamos parar de achar que somos os donos do mundo, não passamos de um erro na evolução. Somos uma doença. Um câncer no planeta Terra.

Propagando a cada minuto, destruindo e consumindo. Putrificando e desgastando a vida do planeta... Apodrecendo as veias, infectando o sangue, poluindo o pulmão.
Somos tão desprezíveis que nem ao menos notamos o quanto estamos atrapalhando. Não nascemos para dominar e destruir, mas sim para sobreviver e viver em equilíbrio com a natureza.
Não somos uma beleza única, somos da mesma matéria, orgânica e podre como tudo.
Somos tão babacas e tão mesquinhos que nem ao menos percebemos que estamos acabando com nossa casa. Estamos poluindo o ar que respiramos, cortando nossos alimentos e sombras para abrir pastos de terras secas e inférteis.
Se na época de Dante, existisse uma preocupação com o meio ambiente, certamente ele teria restrito um circulo no inferno para pessoas que degradam o meio ambiente!
Não entrando muito em detalhes, apenas finalizando: O ser humano é sem dúvidas, o pior erro de deus!



Pensamento do autor: "Estamos, aos poucos, cavando nosso próprio tumulo. Apagando nossa própria história, estamos morrendo aos poucos. Pena que até chegarmos à extinção, teremos destruídos muitas coisas, talvez o mundo inteiro. Sem duvidas, seremos a maior e melhor extinção da história!"

2 comentários: